GRETA THUNBERG INCOMODA MUITA GENTE E MOBILIZAÇÃO MUNDIAL INCOMODA MUITO MAIS!

Por Ruan Amorim

A Greve Mundial do Clima no último 20 de setembro, mobilizou 150 países para alertar as autoridades sobre as mudanças climáticas e combater a degradação do meio ambiente.

A mobilização é inspirada no movimento Fridays for Future (Sextas-feiras pelo Futuro) realizado pela estudante sueca, Greta Thunber, de 16 anos, que uma vez por semana faltava aulas em sua escola para ir à frente do parlamento da Suécia protestar contra as mudanças no clima.

Greta discursou na abertura da Cúpula do Clima das Nações Unidas, em 23 de setembro. Suas falas ganharam notoriedade nas mídias internacionais. A jovem ativista expressou sua indignação com os líderes mundiais através de exigências urgentes para a crise climática. 

“As pessoas estão sofrendo e estão morrendo. Os nossos ecossistemas estão morrendo. Nós estamos vivenciando o começo de uma extinção em massa. E tudo o que vocês fazem é falar de dinheiro e de contos de fadas sobre um crescimento econômico eterno. Como vocês se atrevem?”.

Ataques

Após suas declarações, Greta se tornou alvo de diversos ataques. O jornalista Gustavo Negreiros, que apresentava o programa ’96 Minutos’, da rádio 96 FM, de Natal – RN, proferiu comentários embasados na misoginia e machismo, durante a transmissão do programa, contra a ativista. “Ela é mal-amada. Se ela também não gosta de homem, que ela pegue uma mulher, se ela for lésbica. Ela está precisando de sexo. Ela é uma histérica mal-amada”, disse Negreiros. O radialista foi demitido depois do ocorrido.

O deputado Federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), escolhido pelo seu pai, o presidente da república, Jair Bolsonaro, para ser embaixador do Brasil em Washington, compartilhou em seu Twitter uma imagem falsa. Na montagem Greta aparece comendo em um trem, enquanto na janela crianças negras em um aparente cenário de pobreza a observam.  


Montagem compartilhada por Eduardo Bolsonaro

O Tuíte de Eduardo Bolsonaro acusava a jovem de ser financiada pelo investidor bilionário húngaro-americano George Soros, apontado como patrocinador da esquerda.

Em nota, a fundação de Soros, a Open Society Foundation, afirmou que não financia as atividades de Greta, desmentindo o deputado e várias publicações que apontam relação financeira entre ambos.

As agressões não pararam. O fato de Greta ter Síndrome de Asperger, um transtorno do espectro autista, que afeta as capacidades de comunicação e relacionamento foi utilizado como motivo para críticas.

O comentarista político americano, Michael Knowles, caracterizou a jovem como “doente mental”, em um programa ao vivo da Fox New. O canal se retratou após o comentário. 

No Brasil, O também comentarista político, Rodrigo Constantino, do programa “3 em 1”, da rádio Jovem Pan, chamou greta de retardada, e afirmou que a garota teria síndrome de autismo. 

Apesar dos ataques referentes a sua condição, Greta a considera um “superpoder”. “Eu tenho Asperger e isso significa que, às vezes, eu sou um pouquinho diferente da norma. E dadas as circunstâncias, ser diferente é um superpoder”.

#DesculpaGreta

Em meio a tantos ataques, internautas levantaram a hashtag “#DesculpaGreta” em respostas as declarações contra a ativista. A hashtag se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter. 

“Eu honestamente não entendo porque adultos escolheriam perder seu tempo tirando sarro e ameaçando adolescentes e crianças por promoverem ciência, quando eles poderiam fazer algo bom ao invés disso. Eu acho que eles simplesmente se sentem muito ameaçados por nós”, afirmou Greta.

A seguir, o discurso na íntegra: 

Minha mensagem para os líderes internacionais é de que nós estaremos de olho em vocês.

Isto está completamente errado.

Eu não deveria estar aqui. Eu deveria estar na minha escola, do outro lado do oceano.

E vocês vêm até nós, jovens, para pedir esperança. Como vocês ousam?

Vocês roubaram meus sonhos e minha infância com suas palavras vazias. E ainda assim, eu tenho que dizer que sou uma das pessoas com mais sorte (nesta situação).

As pessoas estão sofrendo e estão morrendo. Os nossos ecossistemas estão morrendo.

Nós estamos vivenciando o começo de uma extinção em massa. E tudo o que vocês fazem é falar de dinheiro e de contos de fadas sobre um crescimento econômico eterno.

Como vocês se atrevem?

Por mais de 30 anos, a ciência tem sido muito clara. Como vocês se atrevem a continuar ignorando isto?

E como se atrevem a vir aqui e dizer que estão fazendo o suficiente? Quando sabemos que as políticas e as soluções necessárias não são sequer vistas?

Vocês dizem que estão nos escutando e que compreendem a urgência (deste tema).

Mas não importa tão triste e furiosa eu esteja, eu não quero acreditar no que dizem. Se vocês realmente entendem o que está acontecendo e continuam falhando em agir, vocês seriam um mal. E eu me recuso a acreditar nisso.

A proposta de cortar as nossas emissões pela metade em 10 anos, apenas nos dá uma chance de 50% de ficar abaixo da marca de 1.5ºC e existe um risco de desencadear reações irreversíveis em cadeia que fogem do controle humano.

50% pode ser aceitável para vocês. Mas estes números não incluem outros pontos como feedback, lacunas e um aquecimento adicional causado pela poluição tóxica do ar ou aspectos de equidade e justiça climáticos. Estes números também fazem com que a minha geração seja obrigada a ter que retirar centenas de bilhões toneladas de dióxido de carbono do ar, causadas por vocês, e usando tecnologia que sequer existem. Então, 50% simplesmente não são aceitáveis. Nós teremos que viver com as consequências.

Para ter uma chance de 67% de continuar abaixo da marca de 1.5ºC do aumento global temperatura, no melhor cenário do (relatório) do IPCC, o mundo teria ainda 420 toneladas giga de emissões de dióxido de carbono para emitir, em 1 de janeiro de 2018. Hoje, este número já caiu para 350 toneladas giga.

Como vocês se atrevem a pensar que isto pode ser resolvido sem mudar nada? Ou através de algumas soluções técnicas? Com os níveis atuais de emissões de hoje, o orçamento de emissões de dióxido de carbono acabaria inteiramente em apenas 8 anos e meio.

Não haverá nenhuma solução ou planos apresentados com base nestes números que trago aqui hoje. Porque estes números são bem desconfortáveis e vocês não têm a maturidade suficiente para abordar este tema como ele realmente é.

Vocês estão falhando conosco. Mas os jovens já começaram a entender sua traição.

Os olhos de uma geração futura inteira estão sobre vocês.

E se vocês escolherem fracassar. Eu lhes digo: nós jamais perdoaremos vocês.

Nós não vamos deixar vocês fazerem isso.

É aqui e agora, que nós colocamos um limite. O mundo está despertando. E a mudança está chegando, quer vocês queiram ou não.

Obrigada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: